quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Champagne ao Brinde! História, lendas e curiosidades.


Ano de 1670 o abade responsável pelas adegas da Abadia de Hautvilleres, teve sua curiosidade aguçada por conversas dos viticultores em certos tipos de vinhos que fermentavam novamente após serem engarrafados.
Nos seus experimentos Dom Pérignon e Dom Ruinart, testaram garrafas mais fortes e com rolhas amaradas ao arame assim obtendo uma segunda fermentação nas garrafas sem que elas explodissem, o que sempre ocorria anteriormente, através do processo dos gases que estouravam as rolhas e arrebentavam as garrafas. 

 
Aqui nasce o vinho branco espumante que mais tarde é batizado com o nome de Champagne!
Na região histórica de Champagne, na área do nordeste da França, região administrativa de Champagne-Ardenne, cuja capital é Epernay


Mesmo sendo criado no final do século XVII, só no reinado de Luís XV (1710-1774), o Champagne ganhou a sua popularidade. Porém, foi durante a Revolução Francesa, que o Champagne realmente começou a ser uma bebida relacionada ao luxo e riqueza da corte francesa. Daí em diante, sempre que pensamos em comemorar ou festejar o brinde de champagne é praticamente indispensável. 
A tradição de brindar as celebrações com champanhe nasceu no mesmo lugar que deu origem à bebida. A catedral de Notre Dame de Reims, uma das principais cidades da região francesa de Champagne, foi palco das coroações de 29 reis da França entre os anos de 1027 e 1825.
Reims, Cidade do sagrado e do champanhe.


Depois do século 16, as coroações eram celebradas com o tilintar de taças e as borbulhas do vinho branco fabricado ali. Desde então, o champanhe passou a ser chamado de “bebida dos reis”.
O Champagne É produzido obrigatoriamente à base apenas das uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier, e se tornou "rei dos vinhos".


Curiosidades
Madame Pompadour, que exaltava a bebida, dizendo que a origem do formato das taças usadas para se tomar o vinho foi inspirada fabricada segunda a lenda no formato do molde dos seus seios.
As primeiras embalagens em garrafas de cristal puro são de origem da marca Champagne Cristal.
O champanhe foi à bebida favorita do rei Frances, Rei Sol Luiz XIV, o que foi espalhado por todas assa cortes reais da Europa tornando-se assim um habito.
Na Rússia, no final do século XVIII, no reinado da imperatriz Elizabeth, o champanhe superou o vinho húngaro Tokay tornando-se assim a bebida oficial para os brindes.
Frederico I, da Prússia, adorava champanhe. Uma vez perguntou se alguém podia explicar porque o vinho era efervescente. Solicitaram ajuda da Academia em Berlim e os cientistas queriam 60 garrafas para fazerem algumas experiências, ao que o rei enfurecido respondeu: "Não vejo porque eles devem beber meu vinho. Prefiro passar a vida sem saber por que borbulha do que abrir mão de uma só gota!".
Origem do Brinde.

Aonde surgiu a origem do ato de brindar! Através da história encontramos diversas versões, relato algumas delas:
Fatos constam que sua origem foi no século IV A.C. Na época da Roma antiga quando monarcas nobres queriam assassinar algum inimigo envenenavam suas taças. Então nos banquetes os anfitriões chocavam com força suas taças com seus convidados fazendo com que o liquido passasse de uma para outra, e mostrava-se assim que a bebida não tinha veneno, pois faziam o brinde bebiam o mesmo. Acredita-se que o hábito de propor “saúde” tenha essa mesma origem.
Gregos e fenícios erguiam suas taças como uma oferenda simbólica aos deuses para saciar sua sede. 
Os romanos adotaram um hábito semelhante, onde derramavam um pouco da bebida no chão.
Roma antiga o vinho tinha sua fama de serem desfrutados todos os sentidos: tato, ao abrir a garrafa e envolver a taça em nossas mãos, olfato quando apreciamos os aromas, visão através das diversas colorações dos vinhos e paladar. Assim audição entrou neste universo já que o tilintar das taças, dá o sentido ao gozo da bebida. Hoje brindamos em sinal de comemoração, após normalmente uma felicitação a alguém ou a alguma ocasião. Após o brinde leve a taça ao alto oferecendo a todos, depois o gole é necessária para selar o brinde, antes de colocar a taça a mesa.
É no brinde que a gente melhor executa o teste dos cinco sentidos humanos instigados pelo vinho.

Ao levantarem suas taças de vinho, os povos antigos faziam uma oferenda simbólica a seus deuses. Esse gesto encerra um ritual antes de se provar a bebida, mas integra todo um cerimonial em torno dela.
São varias as versões para origem do brinde, historicamente, se popularizou no século 16, na Inglaterra. Lá o ritual de brindar estava ligado ao alimento. Eles tinham o hábito de colocar pão torrado no cálice e ao brindar à saúde de alguém, tinha-se que tomar todo o vinho para comer aquela torrada. Daí origem da "toast" (torrada) ao brindarem.
Hoje brindamos em sinal de comemoração, após normalmente uma felicitação a alguém ou a alguma ocasião. Após o brinde leve a taça ao alto oferecendo a todos, depois o gole é necessária para selar o brinde, antes de colocar a taça a mesa.


É no ato de brindar que testamos todos os nossos cinco sentidos.
As formas mais famosas de propor um brinde são:
Alemão: Prost 
Albano: Gezuar
Armênio: Genatzt
Austríaco: Prosit 
Belga: Op uw gezonheid 
Bósnio: Zhee-vi-lee 
Português do Brasil: Saúde 
Catalão: Salut
Tcheco: Přípitek 
Chinês: Ganbei 
Coreano: Kong gang ul wi ha yo
Croata: Nazdravlje Zhee-ve-lee (Naz-dra-vlee)
Egípcio: Fee sihetak
Eslovaco: Na zdravie (Naz-drah-vee-ay)
Estoniano: Tervist
Francês: Santé
Filipino: Mabuhay
Finlandês: Kippis (Kip-piss)
Galês: Iechyd da
Havaiano: Okole malune
Hebraico: L’Chaim
Húngaro: Kedves egeszsegere
Holandês: Proost o Geluch
Indiano: A la sature
Inglês: Cheers
Italiano: Salute ou chin chin
Japonês: Kampai
Latim: Salutem
Lituano: I sveikas
Macedônio: Na zdravye
Mongol: Eruhi mehdiin toloo
Neo-zelandês: Kia ora
Norueguês: Skal
Português de Portugal: À vossa
Islandês: Skál
Polonês: Na zdrowie
Romeno: Noroc
Russo: Na zdorovje (falado em algumas regiões)
Sueco: Skal
Tailandês: Chok dee
Turco: Şerefe Sher-i-feh
Ucraniano: Boodmo
Vietnamita: Dô (Jou)

Um brinde de Feliz Natal!  Um Borbulhante ano de 2016
Aqui uma pequena seleção de alguns espumantes nacionais premiados pelo mundo no ano 2014. 

Decima Espumante Brut Branco 2014
Marcus James Espumante Brut
Aurora Espumante Brut
Monte Paschoal Espumante Moscatel
Casa Valduga Espumante Brut 2011
Ponto Nero Espumante Brut
Miolo Millésime Espumante Brut 2009
Gran Legado Espumante Charmat Brut
Zanotto Espumante Brut
Casa Valduga Espumante 130 anos
Casa Valduga Espumante Gran Reserva Extra Brut
Salton Espumante Brut Reserva Ouro
Espumante Valmarino & Churchill Prestige Brut Nature
Chandon do Brasil-Excellence Cuvée Prestige - Charmat
Marson - Champenoise e charmat
Santa Augusta - Espumante Santa Augusta Brut Rosé
Cave Geisse Espumante Nature Metodo Tradicional
Cave Geisse Espumante Brut  Método Tradicional





SANTÉ!!!!!  



Edicáo de Texto e fotos
Leila Bumachar
Pesquisa e Fotos
http://pt.wikipedia.org/wiki/Champanhe
http://revistadonna.clicrbs.com.br/notici
http://www.metro1.com.br/dia-na-historia-um-
www.enovirtua.com/br/estudo