terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sedutora região do Alentejo e seus vinhos.


Vinhos do Alentejo Vinho Singular! Com esta exclamação foi encerrada a masterclass dos vinhos premiados do Alentejo por Alexandre Lalas, no dia 12 de setembro , local Rio de Janeiro.
Alentejo região que tanto nos encanta pela paisagem, aromas, e vinhos, nos brindou mais uma vez com seus vinhos, produção de gerações de viticultores e enólogos que provocaram uma grande revolução na produção vitivinícola, dando a verdadeira relevância e justificativa na demarcação oficial da região em 1988. Diversividade alentejana é fato, lá encontram se na região mais de 250 variedades de castas. 
Aqui umas breves linhas da historia desta região que desperta a paixão e prazer, a qual Wine Enthusiast Alentejo classificou o Alentejo como um dos destinos de viagens Wine Top 2016!


O Alentejo, derivado de Além-Tejo ou para além do Tejo, cobre quase um terço de Portugal, a partir da margem sul do Tejo até ao Algarve e da costa atlântica à fronteira espanhola, no leste, as planícies do Alentejo são pontilhadas com dezenas de cidades medievais pitorescas.
É uma das mais belas regiões de Portugal aonde tem sua historia rica em períodos de turbulência e de paz. Uma terra onde a cultura e tradição caminham lado a lado.  Dentre os vestígios da civilização fenícia, celtas aos romanos, um legado que foi deixado não só pelas artes, escritos, arquitetura, monumentos e na agricultura, fortemente afetada como a cultura do vinho e da vinha no Alentejo. É bem provável segundo relatos que esta influência na produção de vinhos do Alentejo tornou-se o marco inicial da primeira exportação de vinhos portugueses para Roma.


É uma das maiores regiões vinícolas de Portugal, de um clima quente e seco, uma excelente "terroir",  solos alternam entre o xisto, argila, mármore, granito e calcário, numa diversidade pouco comum. O clima é claramente mediterrânico, quente e seco, com forte influência continental o que resulta na produção de alguns dos melhores vinhos portugueses. Conseqüentemente, no reconhecimento internacional dos vinhos do Alentejo. Alentejo é responsável por mais de 40 por cento do vinho consumido em Portugal.
Região demarcada em 1988 é dividida em oito sub-regiões: Reguengos, Borba, Redondo, Vidigueira, Évora, Granja-Amareleja, Portalegre e Moura.


Nas variedades brancas destacam-se o Antão Vaz, Arinto e Roupeiro, para além das hoje pouco valorizadas Diagalves, Manteúdo, Perrum e Rabo de Ovelha.
Nas castas tintas sobressaem o Alfrocheiro, Alicante Bouschet, Aragonez, Castelão e Trincadeira, para além das pouco valorizadas Moreto, Tinta Caiada e Tinta Grossa.

A vinificação era realizada segundo os processos tradicionais herdados dos Romanos e a fermentação realizava-se em grandes ânforas de barro.
Vinhos de talha “ânfora” hoje são encontrados em produção no Alentejo.

CVRA - Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, brindou ao Brasil com excelentes vinhos.
Vinhos degustados - Alentejo-Brasil 2016- Rio de Janeiro.

Maria Amelia Vaz  CVR Alentejana e Alexandre Lalas  ViniPortugal



Edição  texto e fotos. Leila Bumachar
Pesquisa:  ww.winesofportugal.info,https://wineeconomist.com/2016/alentejo,www.winetourismportugal.com,cvralentejo@mail.telepac.pt