quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MI BUENOS AIRES QUERIDO...



Estar em Buenos Aires sempre foi um pouco nostálgico, esta foi minha primeira cidade de grito de independência alone aos 18 anos numa viagem, no seu auge do chique nos anos 80.

Voltei em diversas outras ocasiões e sempre me surpreendo, com antigos novos lugares e modernos novos lugares. OLD FASHION WAY!!!

É uma cidade para descobertas de cores, paladar, aromas, ruelas, PORTAS LINDISSÍMAS dos edifícios.
Maravilhosos restaurantes, para os carnívoros aonde acham que é o único lugar que se parte uma carne na colher. Em alguns especiais restaurantes.

Com dicas dos meus companheiros de boa musica vinhos jazz Oscar, Ronaldo, João Luiz pesquisas que sempre faço fomos lá novamente.

Chegada jantar no La Cabrera J. A CABRERA 5.099 PALERMO, dia da chegada sempre o mais cansativo, foi uma noite super agradável e revigorante jantar, regado de um premiado Los Cardos.
A decoração desta casa (restaurante) sempre me fascina e amo os pirulitos de doce de leite depois da carne para aliviar o paladar
Décor balcões antigos com mix de quadros, fotos moderno e antigo.

Buenos Aires de hoje tem uma outra história, com restaurantes com indicação no guide michelin como o CHILA ALICIA MOREAU DE JUSTO 1160- PORTO MADERO,
Décor elegante, uma combinação de paladar e aromas em cada prato dignos de sua premiação, nosso risoto Nero foi o ponto alto do nosso jantar uma degustação com vinhos que o nosso garçom; sommelier sabia bem indicar o vinho para cada prato uma orgia, que para os padrões nacionais, equipará-se em preço!!!! Uma pizza no domingo num local “badalado” no Rio.

Sábado sempre é dia de Palermo, um trago no Malasartes Honduras 4999, um delicioso almoço no ORA E CÂNDIDO que descobri um que por erro não anotei o nome da rua uma mistura de sabores...
Mais tarde com um bom bar mesas ao lado de fora boas taças de vinhos brancos de Mendonza. Animo para o show da noite

A grata supresa para quem esperava por uma noite de jazz como o Notorius a Clássica Y Moderna, CALLAO 892, uma antiga livraria, que se transformou de uma casa de jazz a uma casa de espetáculo, foi o um acaso, num show memorável, emocionante e talvez difícil de rever novamente TRES MUJERES PARA EL SHOW.
COM AMELITA BALTAR
MARIKENA MONTI
SUSANA RINALDI

Este show; musical foi iniciado por elas três nos anos 70 e retorna agora 35 anos aos palcos, que mulheres que vozes que interpretação e o texto, que cada uma intercala com as musicas contam historias reais engraçadas, calorosas, que se mistura no show business e na história da Argentina.
Éramos as únicas brasileiras, as três da matina estava tão acordada que encerei a noite com um divino crepe de doce de leite com morangos e um bom porto e café.
A vida das 3 se mistura em luta pelos direitos de intérpretes (Rinaldi) fazendo delas que interpretam o tango um referencial da Argentina para o mundo, palco foi seu microfone para o mundo, amigas de poetas, escritores, músicos que fizeram a história da Argentina, o show é tão emocionante cm o tango, a milonga e as homenagens a Piaf e Brell, todas com mais de 70 anos, passavam o calor dos vinte anos ao cantarem.

Há o domingo pela manhã na Biela na Recoleta depois das 12 horas, pode-se notar novamente à volta da aristocracia de Buenos Aires, retornando da missa, misturado aos americanos, ingleses e outros tantos fazia tempo que não via este ar na Recoleta acho que desde de 2000.

Domingo depois de um passeio a pé pela Recoleta calma, café e outros rumo a San Telmo Thanks God existe o SAGARDI a boa descoberta de PICHITAS, nome dado a uma mistura de Tapas neste Oásis em SAN TELMO, com um sabor de as misturas especiais, saboroso que me lembrou dos bons bares de tapas por toda Santiago de Compostela.
Estar sentada ao lado de fora no domingo dia da tão famosa feira apreciando o footing “foi tudo de bom nesta viagem”.
Heloisa nas compras eu já vi muito esta feira gosto mesmo de ver as pessoas e conversar.
O garçom que serviu minha mesa sabia falar com tal propriedade do vinho hoje produzido pela casa Sagardi dona de uma vinícola em Mendoza,

Quase esquecendo tomar café da manhã no palco da livraria Atheneu na Santa Fé muito interessante, e comer os maravilhosos doces do Café Lãs Violettas, de todas as partes da Argentina.

Ficou faltando o Oviedo o Resto, retornar ao La Brigada e tantos outros para a próxima não muito longe volta a esta cidade é encantadora, mas para ir fora de feriados longos e férias, tem um poder transformador que os longos anos de bancarrota não enfraqueceram, continua sendo!MI Buenos Aires Querido 




FINAL DA NOITE E UM PORTO!


RECOLETA



PORTO MADERO


FRUTAS ORGANICAS E SECAS NOVA MANIA!!



RISOTO NERO DO CHILA

CLASSICA Y MODERNA


CHILA


O SHOW CLASSICA Y MODERNA



SAL TELMO - SAGARDI


SAGARDI


PALERMO LUNCH TIME

LA CABRERA



TETO DO LA CABRERA MINHA PAIXÃO BALÕES


FAENA WINE TIME



SOL NO BIELA


DISCO CLUB RECOLETA



VISTA DO PALCO DA LIVRARIA ATENEO 



Fotos e Fontes de Dados e edição do  texto
Leila Bumachar
L. Bumachar Consultoria Empresarial